Biprol Própolis+Eucalipto 200 ml

16,56

O Xarope Biprol- Própolis + Eucalipto alia o poder da PRÓPOLIS – um
verdadeiro antibiótico natural com ação antibacteriana e antiinflamatória –
a um conjunto de plantas medicinais protetoras do aparelho
respiratório superior.

Eucalipto– expectorante, balsâmico, febrífugo e broncodilatador; Dentro da sua composição química destaca-se o conteúdo do óleo essencial
(cerca de 2,5%), essencialmente constituído por eucaliptol ou cineol (70%). São reconhecidas as propriedades antisséticas sobre as vias respiratórias associadas ao óleo essencial. Tem ação mucolítica por estimulação direta das células secretoras da mucosa brônquica e antipirética.

Sabugueiro– demulcente, sudorífero, diurético, purgante e antiinflamatório; As flores de Sabugueiro têm como principais componentes flavonóides, ácidos fenólicos e triterpénicos, óleo essencial e mucilagens. As flores são utilizadas tradicionalmente para o tratamento da gripe e outras inflamações das vias respiratórias (tosse e bronquite). Topicamente têm sido usadas em faringites. A Commission E on Phytotherapy and Herbal Substances, do German Federal Institute for Drugs aprovou a utilização desta planta na gripe, como diaforético e indutor da secreção brônquica (expetorante).

Salva– tónico geral, febrífugo, adstringente e antisséptico. A Salvia officinalis L. é utilizada na medicina popular há muito tempo, sendo
indicada por via oral para a dispepsia e transpiração excessiva, e por via tópica nas inflamações das mucosas.

Tomilho– espasmolítico, expectorante, antisséptico e estimulante do sistema imunitário. O Tomilho, Thymus vulgaris L., é uma planta que pertence à família das Lamiáceas. São usadas as partes aéreas floridas que contêm 1 a 2,5% de óleo essencial, responsável pela ação antissética e antibacteriana contra bactérias Gram-positivas e Gram-negativas, actuando ao nível da membrana bacteriana. Por este motivo é usado tradicionalmente, mas também pela sua ação antiespasmódica brônquica e expectorante, nas afecções das vias respiratórias como gripe, constipações, catarros e tosse irritativa e nas afeções da orofaringe, provocando um aumento da fluidificação das secreções brônquicas, favorecendo a sua eliminação.

Própolis-A Própolis é uma substância resinosa recolhida pelas abelhas e usada na selagem da colmeia. Devido às suas propriedades antimicrobianas, a Própolis ajuda a manter a colmeia livre de germes. Apesar da sua composição ser variável dependendo da flora local, as
principais classes de compostos presentes na Própolis são os flavonóides (quercetina, apigenina, galangina, etc.), ésteres fenólicos (éster fenetil do ácido cafeico ou CAPE) e terpenos. A Própolis e os seus constituintes isolados demonstraram in vitro ser activos contra o vírus influenza (vírus da gripe) e vírus herpes simplex, contra bactérias orais e alguns parasitas intestinais (Hendler e Rorvik, 2001). A actividade moduladora do sistema imunitário da Própolis envolve a resposta inata e adquirida. A Própolis tem um efeito regulador direto nas propriedades funcionais das células do sistema imunitário.

Mecanismo de Ação :
As flores de Sabugueiro podem aumentar a diaforese em indivíduos saudáveis (WHO, 2002). Os flavonóides e os ácidos fenólicos parecem contribuir para este efeito diaforético (Blumenthal et al., 1998). Estudos experimentais sugerem que o sabugueiro pode reduzir a produção de
muco, possui actividade anti-inflamatória, imunomoduladora e antiviral. Os flavonóides e os ácidos triterpénicos parecem ser os constituintes
biologicamente mais ativos das flores de sabugueiro (Blumenthal et al., 1998).

Toma diária recomendada (TDR):
Adultos: 1 colher de sopa (15 ml) 2 vezes ao dia, podendo em situações de maior necessidade aumentar a toma até 4 colheres por dia.
Crianças (mais de 3 anos): 1 colher de chá (5 ml) 3 vezes ao dia.
Grávidas e mães em amamentação: Não recomendado.

Peso389 g
Embalagem

200 ml

Composição

Toma Diária: 2 Colheres de Sopa (30 ml)
Valores por Toma Diária:
– Tintura Própolis 1,05 ml
– Extracto Eucalyptus globulus, Eucalipto 0,60 ml
– Extrato Salvia officinalis, Salva 0,60 ml
– Extrato Thymus vulgaris, Tomilho 0,60 ml
– Extrato Sambucus nigra, Sabugueiro 0,30 ml